Skip to main content

Atletas Judô Rio embarcam para Treinamento na França

Atividade faz parte da preparação para o Mundial de Budapeste.

Na reta final de preparação para o Campeonato Mundial de Budapeste, que acontece em agosto, a seleção masculina do Brasil desembarcou em Houlgate, na França, nessa segunda-feira, 17, para um período de dez dias de treinos com alguns de seus possíveis adversários na Hungria. Além dos anfitriões, participam da atividade judocas das seleções masculinas do Japão, Rússia, Uzbequistão, Bélgica, Tunísia, e Alemanha.

Foram convocados todos os nove judocas selecionados para as disputas individuais do Mundial: Eric Takabatake (60kg), Phelipe Pelim (60kg), Charles Chibana (66kg), Marcelo Contini (73kg), Victor Penalber (81kg), Eduardo Yudy (81kg), Luciano Corrêa (100kg), David Moura (+100kg) e Rafael Silva (+100kg).

A comissão técnica é formada pelo gestor de alto rendimento da CBJ, Ney Wilson, pelo técnico da seleção masculina, Fulvio Miyata, e pelo fisioterapeuta Ricardo Amadei.

O treino é considerado um dos mais fortes tecnicamente e reúne algumas das principais estrelas do judô mundial como a lenda francesa Teddy Riner, bicampeão olímpico, além das sempre fortes seleções russa e japonesa.

A delegação retorna ao Brasil no dia 27 de julho. Em seguida, no dia 06 de agosto, todos os convocados, incluindo a seleção feminina, se apresentarão em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, para a concentração final rumo à Budapeste.

Fonte: CBJ

Atletas Judô Rio participam da Copa de Judô Para Todos

No ultimo sábado, 15/07, a FCJ realizou a 1a Copa Santa Catarina de Judo para Todos. O torneio aconteceu no Ginásio Gabriel João Colares – Itajaí / SC e contou com a participação de 33 judocas de 17 agremiações representando 5 estados: RJ, SP, MG, RS e SC.

“O evento foi um sucesso, tivemos ótimas lutas, chaves bem equilibradas e ao final todos os participantes saíram felizes. Mais uma vez eles deram um ippon no preconceito e mostraram que o Judo para Todos vem crescendo muito no Brasil!” Comemorou, Ricardo Lucio.

O final de semana ainda contou com passeios para conhecerem a região e suas culturas, uma festa dançante no sábado a noite e uma visita ao parque temático Beto Carreiro no domingo.

O RJ foi representado pelos judocas Guilherme Paiva (SION) e Matheus Domingues (LIJU). Matheus foi Campeão em sua chave e o Guilherme conquistou a medalha de bronze.

#JudoParaTodos #TimeJudoRio #FJERJ

Resultados – II Etapa do Circuito Estadual de Iniciantes

Cerca de 580 Atletas de 45 Agremiações estiveram presentes no último domingo, 02/7, no Clube Hebraica Rio, participando da II Etapa do Circuito Estadual de Iniciantes 2017 e a Equipe Pupo de Judô, levou a melhor, conquistando a etapa com 12 medalhas de ouro, 8 medalhas de prata e 16 medalhas de bronze.

Foram quase 8 horas de muito judô com a presença de familiares e amigos e o Ginásio do Clube Hebraica presenciou combates eletrizantes entre a garotada de 4 a 14 anos.

“O sucesso dessa II etapa é motivo de orgulho para todos que estão trabalhando muito promover o melhor para FJERJ, e da melhor forma possível, pensando em cada detalhe para o bem-estar de cada atleta, de cada agremiação como um todo e seus familiares. O nosso propósito era ofertar o melhor aos nossos filiados, para que durante a competição, eles se sentissem em casa novamente. Acredito que nosso objetivo foi atingido, pois foi realmente algo bonito de se ver.”, destacou a gestora de marketing, Raphaella Vieira.

Na segunda etapa do Circuito Estadual de Iniciantes, além da Equipe Pupo de Judô, Campeã da Etapa, a ANAGAI – Associação Nagai, ficou com a segunda colocação com 8 medalhas de ouro, 10 medalhas de prata e 13 medalhas de bronze.

Na terceira colocação ficou o Clube de Regatas do Flamengo com 8 medalhas de ouro, 6 medalha de prata e 9 medalhas de bronze. Na quarta posição ficou UJC – União Judô Clube com 8 medalhas de ouro, 4 medalhas de prata e 4 medalhas de bronze.

Fechando o pódio, em quinto lugar, a União Judô Clube com 7 medalhas de ouro, 11 medalhas de prata e 6 medalhas de bronze. O Clube de Regatas do Flamengo levou a melhor no Troféu com Maior Número de Atletas inscritos na Etapa, somando o total de 47 atletas.

Clique AQUI e veja o Quadro Geral de Medalhas da II Etapa do Circuito Estadual de Iniciantes.
E AQUI as fotos, com cobertura da FlashSport Brasil.

Parabéns aos atletas, agremiações e todo departamento técnico da II Etapa do Circuito Estadual de Iniciantes e um especial agradecimento a toda direção do Clube Hebraica Rio.

Tudo o que precisa saber sobre o Campeonato Brasileiro Sub 13 e Sub 15

Ja conferiu o comunicado, os documentos necessários e todas as informações que precisa sobre o Campeonato Sub 13 e Sub 15? Ainda não? Então da uma olhada!

> Sub 13

Convocação: https://goo.gl/8KPM8p
Comunicado aos atletas e responsáveis: https://goo.gl/
Termo de menor desacompanhado: https://goo.gl/RTMch7

> Sub 15

Convocação: https://goo.gl/jRgede
Comunicado aos atletas e responsáveis: https://goo.gl/Kuk1yH
Termo de menor desacompanhado: https://goo.gl/mM8CV1

Precisa de outros documentos? Acesse aqui: https://goo.gl/uh2YZ8

Caso não encontre o que precisa, só falar com a gente!

Judocas refugiados conquistam torcedores cariocas!

Em todo o mundo, o Dia Mundial do Refugiado – celebrado mundialmente em 20 de junho – é uma oportunidade para celebrar a força, a coragem e a perseverança das pessoas que foram forçadas a deixar suas casas e seus países por causa de guerras, perseguições e violações de direitos humanos. E hoje falaremos dos judocas Yolande e Popole, os cangoleses que conquistaram a arquibancada carioca!

Eles chegaram ao Instituto Reação para treinar sem o compromisso de participar de competições internacionais, em 2015, e Geraldo conta que o cenário mudou quando o COI elegeu os atletas para entrar para o time de refugiados. A preparação que outros atletas fizeram em quatro anos de ciclo olímpico, os congoleses receberam em quatro meses e foi preciso ir das regras ao condicionamento físico para deixá-los prontos para enfrentar os melhores do mundo.

Quando foi anunciada para entrar no tatame nas olimpíadas, Yolande foi muito aplaudida pelo público nas arquibancadas, que gritaram seu nome e a motivaram durante a luta, contra a israelense Linda Bolder, na categoria até 70 quilos. A judoca é protagonista de uma trajetória que começa no bombardeio de sua vila e na perda de toda a família, aos 10 anos, passa pelo abandono dos dirigentes de seu país quando chegou ao Brasil e inclui muitas dificuldades financeiras quando morava de favor em uma favela da zona norte da cidade e fazia bicos descarregando caminhões para sobreviver.

“A minha experiência com a Federação carioca foi muito boa, gostei muito de ter participado do Campeonato Carioca, a diferença é que mudou a minha categoria, foi um pouco duro, ganhei 1 de 3 lutas, mas estou treinamento muito mais forte, ja sinto que estou bem melhor com a categoria 77kg, minha consciência me diz para treinar mais forte e estou seguindo em busca de mais competições aqui no Rio de Janeiro”, sorri a atleta Yolande.

“Assim como o passado de guerra e dificuldades, o calor da torcida e o sorriso do sonho realizado fazem parte da história do também congolês Popole Misenga, que fez o público vibrar com a vitória sobre o indiano Avtar Singh, na categoria até 90 quilos. Popole nasceu na mesma vila que Yolande e a acompanhou em boa parte dos obstáculos até que os dois chegassem ao tatame olímpico.To muito feliz em estar aqui, conheci muitos amigos no Judô aqui no Brasil, quando eu não estou competindo e eles estão eu já fico muito feliz por eles. Fico muito feliz em estar participando das competições, é muito importante o apoio dos novos amigos, preciso ajudar minha família que agora é daqui do Brasil, tenho minha esposa e meus filhos, e estou recebendo muita ajuda. Estou muito feliz com a Federação do Rio que me deixou participar do Campeonato Carioca, sinto muito orgulho, muito obrigado por tudo! É muito bom ter um pessoal que torce por mim, a torcida brasileira é muito boa!” Popole Misenga

Calendário de Competições 2018CLIQUE AQUI